O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Menina morre após ser picada por escorpião

A menina de 4 anos picada por um escorpião no quintal de casa, em Cabrália Paulista (SP), morreu na UPA de Bauru na noite desta terça-feira (10). O corpo de Yasmin Lemos Campos é velado no Velório Municipal da cidade. O enterro está marcado para 9h.

A mãe contou que Yasmin estava brincando quando foi picada. Ela levou a filha ao posto de saúde da cidade e, de lá, a menina foi de ambulância ao hospital em Duartina, cidade vizinha.

Como a unidade não tinha o soro que combate o veneno, a menina precisou ser levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Bauru. De acordo com a direção da UPA, uma vaga em UTI foi disponibilizada no hospital estadual, mas por causa da gravidade do quadro de saúde, a criança não pôde ser transferida.

O prefeito de Cabrália Paulista, Zequinha Madrigal (PTB), informou à TV TEM por telefone que não entende porquê o Hospital Santa Luzia, de Duartina, não acionou o Samu da cidade, já que envia verba para atender os moradores.

Ele alega também que o hospital demorou pra acionar a ambulância municipal de Cabrália Paulista, porque achou que a injeção de controle seria suficiente.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

.....................................................

.....................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

.

.

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................