O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Hospital Regional de Guarabira retoma cirurgias eletivas na próxima segunda-feira

Pacientes de mais de 30 municípios da região polarizada por Guarabira, que aguardam serem submetidos a cirurgias agendadas e que haviam sido suspensas temporariamente, em razão ainda da crise no desabastecimento de insumos, por causa da greve dos caminhoneiros em todo o Brasil vão, enfim, ter a possibilidade de realizar as cirurgias.

A confirmação da retomada das cirurgias eletivas no Hospital Regional de Guarabira partiu do diretor-geral da unidade hospitalar, Cleonaldo Freire. De acordo com o diretor, o estoque de insumos necessários nos procedimentos cirúrgicos já foi regularizado e a partir da próxima semana serão retomadas as cirurgias.

“Como todos sabem os hospitais foram bastante afetados com o desabastecimento naquele período e tivemos que suspender as cirurgias eletivas até a reposição do estoque dos insumos. Com a regularização, na próxima segunda-feira (2) o bloco cirúrgico estará com nossas equipes realizando as cirurgias eletivas”, afirmou Cleonaldo.

Segundo ainda o diretor do Hospital Regional, os pacientes devem procurar o setor de ambulatório para que possam seguir as recomendações e procedimentos de praxe, dependendo de cada caso. Os procedimentos cirúrgicos seguem cronograma definido previamente.

O Hospital Regional de Guarabira é referência em atendimentos de média e alta complexidades. É o maior hospital da região, se destacando pelo elevado número de partos, sendo uma média de 300 realizados mensalmente. O HR realiza uma média de 500 cirurgias por mês.

25 horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

.....................................................

.....................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

.

.

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................