O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Cabeleireiro paraibano que visitava RJ morre vítima de bala perdida

O cabeleireiro paraibano conhecido por Jô Fashion morreu nesta quarta-feira (14) vítima de bala perdida no Rio de Janeiro. Jô estava internado em uma unidade hospitalar desde ontem, mas não resistiu ao ferimento. Ainda não há previsão de quando o corpo vai ser liberado.

De acordo com informações de familiares, a vítima estava em um bloco de rua quando começou uma confusão no local. Todos saíram correndo, mas ele já estava ferido por um disparo que atingiu a região do tórax e pulmão.

Ele ainda foi encaminhado para um Hospital, onde chegou a ser operado, mas devido à gravidade dos ferimentos não resistiu e veio a óbito. O corpo ainda vai ser levado para o Instituto Médico Legal (IML) para análise.

Jô tinha 48 anos e estava no Rio de Janeiro à passeio, na casa de familiares. “Infelizmente é mais uma vítima de bala perdida. Estamos arrasados porque a gente não esperava.  Ele com 48 anos, ainda tinha muita coisa para conquistar”, desabafa a sobrinha do cabeleireiro, Daniele Farias.

MaisPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

.....................................................

.....................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

.

.

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................