O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

sábado, 12 de agosto de 2017

Bebê abandonado em CG segue bem e Justiça decidirá sobre possível adoção

Segue bem saúde o bebê que foi abandonado pela mãe dentro de uma sacola plástica em uma lixeira em frente ao cemitério do bairro José Pinheiro, em Campina Grande. A informação foi confirmada pelo juiz Hugo Zaeh, da Vara da Infância e Juventude de Campina Grande. Comente no fim da matéria.

De acordo com o juiz, o bebê foi encaminhado a uma instituição de acolhimento, onde vem recebendo acompanhamento diário. 

“O processo segue em segredo de justiça e não podemos dar detalhes. Com relação à criança, ela segue bem de saúde e está sendo muito bem cuidada. Estamos fazendo estudos para identificar, de forma comprovada, quem são os pais biológicos. Após todo o estudo, iremos ver se o bebê vai ser encaminhado para a família biológica ou se irá para adoção”, afirmou o juiz.

O caso

O bebê foi abandonado no dia 22 de julho e encontrado por moradores do bairro. A criança foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros, chegou a ser internada na Unidade de Terapia Intensiva semineonatal (UTI), mas recebeu alta hospitalar dias depois.

 Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................