O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

terça-feira, 11 de julho de 2017

Senadores paraibanos devem votar a favor da Reforma Trabalhista

O Senado Federal retoma nesta terça-feira (11) as discussões em torno da Reforma Trabalhista. Para aprovar o texto do PLC 38/2017 são necessários, pelo menos, 41 votos dos 81 senadores.

A bancada paraibana deve fechar questão e votar pela aprovação do texto. Cássio Cunha Lima (PSDB) e Raimundo Lira (PMDB) já declararam publicamente que a proposta do governo de Michel Temer (PMDB) trará benefícios para população.

Porém, o senador José Maranhão (PMDB), mesmo sendo fiel aliado a Temer e do partido do presidente, ainda não definiu como vai se comportar. Ele tem sido enfático e disse que ainda vai ‘formar um juízo sobre o tema’ na discussão em plenário.

Cássio não está em uma relação muito boa com o Planalto, mas vem destacando que a aprovação do projeto é necessária e que tem tentado, segundo ele, desmentir um medo que foi apresentado à população sobre a reforma, principalmente no que se fala em ‘perda de direitos’.

Wallison Bezerra – MaisPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................