O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Vital confirma doação legal da JBS e se coloca à disposição da Justiça

O ministro do Tribunal de Contas da União, Vital do Rêgo, comentou, nesta terça-feira (27), em nota, o fato do nome dele ter sido citado na denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente Michel Temer (PMDB) ao Supremo Tribunal Federal (STF) e se disse que está a disposição para colaborar com as autoridades.

Nos autos, Janot destaca a delação premiada de executivos da empresa JBS que citaram Vital como um dos peemedebistas beneficiados por um esquema de corrupção formado por  senadores que teria recebido dinheiro para que o PMDB apoiasse a reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e não o nome de Aécio Neves (PSDB).

Vital do Rêgo afirma que recebeu dinheiro da JBS para sua campanha eleitoral, mas, segundo ele, foi de forma legal.

Confira a nota

“Em 2014, quando disputou o governo da Paraíba, Vital do Rêgo recebeu doações legais do Grupo JBS. Elas estão na prestação de contas já analisada e aprovada pela Justiça. O ministro Vital desconhece os fatos narrados pelo delator e está à disposição das autoridades para prestar mais esclarecimentos.”

MaisPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................