“Não pise em ninguém quando estiver subindo, pois poderá encontrá-los quando estiver descendo.” (Domínio público)

.

.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Vigilante reage a assalto e acaba baleado na cabeça, na Zona Sul de João Pessoa

Um vigilante, de 30 anos, foi baleado na cabeça, nessa segunda-feira (5), depois de tentar reagir a um assalto na porta de casa, no bairro dos Funcionários II, em João Pessoa. De acordo com seus relatos para a polícia e para a médica que lhe atendeu, ele estava chegando em casa quando dois homens de moto o abordaram e anunciaram o assalto. Comente a matéria. 

Ainda de acordo com a vítima, após o anúncio, ele reagiu e começou a gritar para tentar chamar atenção da vizinhança. Após isso, a vítima mais uma vez tentou reagir e buscou tomar a arma de um dos bandidos. A atitude gerou uma luta corporal e um dos bandidos disparou um tiro contra o vigilante. 

Segundo a médica, a bala, que foi em direção à cabeça, acabou transfixada no couro cabeludo e ele continuou consciente. Durante a luta, o vigilante sofreu coronhadas. A vítima deu entrada na noite dessa segunda-feira no Hospital de Emergência e Trauma e está em estado estável e sem gravidade.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

...................................................

...................................................

................................................................

................................................................

.................................

.................................

...............................................................................................

...............................................................................................

.......................................................

.......................................................

.

.