“Não pise em ninguém quando estiver subindo, pois poderá encontrá-los quando estiver descendo.” (Domínio público)

.

.

domingo, 28 de maio de 2017

Situação do PMDB aproxima cada vez mais os senadores Lira e Maranhão para próxima eleição

As turbulências ocorridas na Capital Federal, nos últimos dias, tem estreitado ainda mais os pensamentos políticos entre senadores paraibanos Raimundo Lira e José Maranhão, ambos do PMDB, em relação ao partido os quais fazem parte. A expectativa é que essa sintonia de estarem no mesmo lado também seja mantida na Paraíba para as eleições próximo ano.

O senador Raimundo Lira afirma que a relação entre ele e o presidente estadual do PMDB vem se harmonizando cada dia mais, diante das reuniões que estão tendo com Temer. “Nós já estamos sintonizados, o nosso relacionamento voltou a uma total normalidade. Isso desde o começo do ano, eu diria que desde o início dos trabalhos legislativos. Tivemos aquelas faltas de sintonias em janeiro, mas aqui em fevereiro a gente se encontrou, já conversou. A gente está tento posições muito sintonizadas aqui em Brasília”.

Mas quando o assunto é o seu posicionamento na Paraíba, Lira ratifica que continua apoiando o governador Ricardo Coutinho (PSB). “Não nossas divergências políticas na Paraíba continuam, porque naquela reunião da Executiva que nós fizemos ficou definido que a partir daquele momento haveria um respeito de todos em relação a posição de cada um”.

O peemedebista lembra ainda que seu desejo é a candidatura do líder estadual do partido ao governo em 2018. “Nessa reunião eu também sugeri o nome de José Maranhão para governador, dependendo naturalmente da sua disposição em ser candidato e aquilo demonstrou claramente a união do partido”.

Blog do Gordinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

...................................................

...................................................

................................................................

................................................................

.................................

.................................

...............................................................................................

...............................................................................................

.......................................................

.......................................................

.

.