“Não pise em ninguém quando estiver subindo, pois poderá encontrá-los quando estiver descendo.” (Domínio público)

.

.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Pacientes do Hospital de Trauma de João Pessoa recebem ação de voluntários

Em meio às dores físicas e superações diárias, os pacientes internados no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, neste domingo (28), desfrutaram de um momento lúdico cheio de alegria, animação e otimismo, propiciados pelos voluntários do ‘Ministério Sorriso Aberto’, da 1ª Igreja Batista Bessamar – Cidade Viva, localizada no Bairro do Bessa, em João Pessoa. 

Vestidos de palhaços, os membros do Ministério visitaram as enfermarias do hospital e levaram para pacientes, acompanhantes e funcionários da instituição uma mensagem de conforto e esperança. Durante as atividades os voluntários brincavam com os pacientes, cantavam louvores, faziam dinâmicas e distribuíram sorrisos e palavras de alento.
  
A integrante do Ministério e também assessora jurídica da unidade hospitalar, Raquel Borges, destacou a importância da atividade. “Em meio às canções, brincadeiras e sorrisos repassamos a mensagem de Jesus, de  fé, amor, força e coragem, e por alguns momentos, ultrapassamos as fronteiras da dor dando espaço à alegria”, frisou.


A acompanhante Lidiane Gomes, que há oito dias encontra-se na unidade hospitalar acompanhado a filha de dois anos, interna devido uma fratura exposta, disse que a ação humaniza o ambiente hospitalar. “Tudo foi muito lindo. As palhacinhas brincando com as crianças e elas interagindo quebra a rotina dolorosa da internação. Amei a iniciativa”, enfatizou.

Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

...................................................

...................................................

................................................................

................................................................

.................................

.................................

...............................................................................................

...............................................................................................

.......................................................

.......................................................

.

.