O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Filho de Cássio é vaiado durante Paixão de Cristo em cidade da Paraíba


Com a divulgação do nome do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) na lista do ministro do STF, Edson Fachin, como um dos políticos beneficiados pelo caixa 2 da Odebrecht, a situação do tucano não anda nada boa. Na Semana Santa, durante passagem pela Serra de Cuité, o filho dele, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) sofreu com a revolta da população e levou uma sonora vaia durante a encenação da paixão de Cristo na cidade.

Segundo informações, o protesto não foi orquestrado e a vaia ocorreu logo após o cerimonial anunciar a presença da comitiva que tinha Pedro e o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), no maior Teatro ao céu aberto no Olho d´água da bica em Cuité, local do Campus/UFCG.

Muitos estudantes que estavam no local também protestaram pelo voto de Pedro a favor de pós-graduação paga.

Com informações do blog de Dema Macedo
Paraíba Já

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................