“Não pise em ninguém quando estiver subindo, pois poderá encontrá-los quando estiver descendo.” (Domínio público)

.

.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Dono de academia é morto a tiros na Capital e outras três pessoas são baleadas na PB

Quatro pessoas foram vítimas de atentados com uso de armas de fogo na noite desta quarta-feira (19), na Paraíba. Em um dos casos, um dono de academia foi assassinado na Capital.

O caso do empresário ocorreu no bairro Cruz das Armas, na Zona Oeste de João Pessoa. Segundo a polícia, a vítima havia acabado de fechar a academia e se dirigia para o apartamento em que morava, nas proximidades do empreendimento, quando foi atingido por tiros, morrendo ainda no local.

A polícia não apurou quem teria cometido o crime e o que teria motivado o ato. A academia funcionava há um mês.

No bairro Renascer, em Cabedelo, na Grande João Pessoa, um adolescente de 15 anos sofreu seis tiros. Ele foi socorrido consciente e orientado para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, na Capital, e informou à polícia que três homens teriam tentado assassiná-lo. De acordo com policiais que registraram o caso, o menor teria envolvimento com o tráfico de drogas.

Na mesma ocorrência, durante o tiroteio, um vizinho da vítima acabou sendo baleado, em um dos braços. Ele também foi socorrido para o Hospital de Trauma.

Na cidade de Mari, na Zona da Mata da Paraíba, a 60 km de João Pessoa, um homem sofreu cinco tiros. Conforme a Polícia Militar da cidade vizinha de Sapé, que registrou a ocorrência, não se sabe como o crime teria acontecido. O baleado foi socorrido para um hospital da região. O estado de saúde dele não foi divulgado.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

................................................................

...................................................

...................................................

................................................................

................................................................

.................................

.................................

...............................................................................................

...............................................................................................

.......................................................

.......................................................

.

.