O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

quarta-feira, 8 de março de 2017

Luiz Couto apoia emendas de militares que alteram Reforma da Previdência

O deputado federal Luiz Couto (PT-PB) recebeu nesta terça-feira, 7, em seu gabinete, em Brasília, o Sargento Will e o Sargento Eduardo, representando os Militares das Forças Armadas e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, que estão pleiteando emendas modificativas e supressivas ao texto da PEC 287/2016, que trata da Reforma da Previdência. O parlamentar juntamente com a Bancada do PT, em compromisso com a classe trabalhadora, assinou ambas as emendas e mencionou que em linhas gerais, a discussão da reforma previdenciária para os militares deve ser feita por meio de projeto de lei complementar. 

Couto ainda mencionou que o atual Governo Federal prometeu amplamente em mídia nacional tratar os militares como tal, mas houve somente retirada parcial dos Militares Estaduais, cometendo um erro técnico muito grave, cuja correção atualmente poderá ser feita por intermédio dos parlamentares. 

Luiz Couto ainda reforçou que o militar estadual após 30 anos de serviço, não se aposenta, apenas passa para a condição de reserva remunerada, podendo ser convocado pelo Estado a qualquer momento para retornar às atividades. O deputado paraibano também lembrou que os bombeiros e policiais militares não têm o direito de sindicalização e greve e são como forças auxiliares do Exército, configurando uma dupla missão. 

"É importante lembrar que o Policial e o Bombeiro Militar, durante a sua função se encontra em constante risco de morte, para estabelecer a ordem, a paz, e a integridade física do cidadão de bem", explicou Luiz Couto.


Ascom do Dep. Luiz Couto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................