O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Projeto aprovado na ALPB reconhece o vaqueiro como patrimônio cultural

Projeto de lei do deputado Bosco Carneiro aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa do Estado (ALPB) reconhece o vaqueiro como manifestação cultural popular e patrimônio cultural e imaterial da Paraíba.

“Esse reconhecimento é uma forma de valorização e até de preservação desta identidade tão importante para o povo brasileiro”, destaca o parlamentar.

Bosco ressalta ainda que a figura do vaqueiro representa a resistência e a convivência da diversidade do Nordeste, assim como representa um profissional que faz parte da cultura brasileira e a personalidade do povo nordestino.

Na justificativa da matéria, Bosco avalia também que o vaqueiro foi responsável pela interiorização e povoação do sertão, fazendo com que surgisse uma nova cultura, a do povo sertanejo.

O projeto de lei 1101/16 agora segue para sanção do governador Ricardo Coutinho.

Cariri Ligado

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Ofertas do Atacadão Triunfo de Alagoa Grande

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................