O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Ex-Campinense marca duas vezes em goleada do Santos

Sexta-feira à noite. Dia da semana em que muitos falam em cumprir o decreto ou de “fazer maldade”. Se essa brincadeira aconteceu com Rodrigão, não se sabe, mas o atacante levou a intenção para campo e deu a vitória ao Santos de 6 a 2 sobre o Linense. Rodrigão foi contratado pelo Santos após deixa o Campinense.

Atual bicampeão do Paulistão, o Peixe abriu o Estadual com festa na Vila Belmiro, com direito a queima de fogos organizada pela Federação Paulista e jogo de luzes.

Com a bola rolando, a festa começou cedo e o decreto de gols também. Colocando em prática a marcação pressão pedida por Dorival Júnior desde o começo da temporada, o Peixe teve velocidade e precisão para roubar bolas no ataque e recomeçar o jogo. No entanto, os gols vieram com espaços rápidos achados por Thiago Maia e Yuri.

O volante tabelou com Lucas Lima até achar Rodrigão livre na área do Linense. O camisa 22 não teve dificuldades para abrir o placar. Já no segundo gol, após lançamento, Rodrigão aproveitou o rebote do chute de Bueno para ampliar.


Na segunda etapa, foi o Elefante de Lins que subiu a marcação para tentar roubar bolas na defesa alvinegra. A pressão serviu para atrapalhar a defesa santista, que mesmo assim segurou a barra e não facilitou a vida do time do interior.

A redenção do Linense veio também por lançamento que deixou Thiago Santis na cara do gol para acertar um chute forte de pé esquerdo, sem chance para Vanderlei.

Mas quando o assunto é Campeonato Paulista, parece estar decretado o favoritismo do Santos.

O Linense sequer teve tempo de oferecer risco de empate. Novamente Thiago Maia achou espaços nas costas dos volantes para tabelar e aproveitou a ultrapassagem de Lima, que contou com desvio da defesa para findar a vitória santista na estreia do Paulistão.

Com o resultado garantido, Dorival decidiu testas Vitor Bueno como centroavante e sacou Rodrigão para a entrada de Arthur Gomes. O garoto foi quem deu boas amostras a Dorival e marcou o último em chute cruzado. Gabrielzinho teve tempo de descontar para o Linense no fim. Depois, Vitor Bueno aumentou o placar e Thiago Ribeiro liquidou.

Com direito a aplausos, fogos, troca de passes e muita empolgação por parte dos santistas, já pode: sonhar com mais triunfos na Vila Belmiro e no Pacaembu, assustar os rivais, pensar em começar a Libertadores com o pé direito, aplaudir zagueiro, pedir Rodrigão na Seleção (mesmo que na brincadeira) e sonhar com o tricampeonato sem conter a empolgação, seja nas sextas, quartas-feiras, sábados ou domingos, com ou sem clubismo.

De fato, o Santos começa bem o fim de semana e o Paulistão.

Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................