O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Prefeitura vai ter que convocar concursados e está proibida de contratar temporários

A Promotoria de Justiça de Caaporã recomendou que a Prefeitura de Caaporã convoque os aprovados no concurso público realizado no ano de 2016, classificados dentro do número de vagas, e proibiu a contratação de temporários para os cargos.

Na recomendação, a promotora de Justiça Cassiana Mendes de Sá informa que a Promotoria instaurou um procedimento administrativo que visa acompanhar a convocação dos aprovados no último concurso público realizado pelo Município de Caaporã no ano de 2016.

Ela destaca ainda que a Constituição Federal estabelece que a investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei e que a contratação temporária não pode servir à burla da regra constitucional que obriga a realização de concurso público para o provimento de cargo efetivo e de emprego público.

A Promotoria deu ainda um prazo de 20 dias para que seja encaminhada à Promotoria de Justiça resposta, por escrito, sobre a aceitação e adoção das medidas para cumprimento a recomendação, e para que envie a lista de classificação final do concurso, bem como o número atual de cargos vagos. Caso haja descumprimento, serão tomadas as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis.

ClickPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................