O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Bruno critica governo por polêmica com ministro: “Só sabem pedir”

A ausência do governador Ricardo Coutinho (PSB) durante visita do ministro das Cidades à Paraíba continua repercutindo. Nesta terça-feira (01), o deputado estadual Bruno Cunha Lima (PSDB) reprovou a atitude do socialista e dos seus aliados, que chegaram a acusar o ministro de vir fazer campanha no Estado.

“Acho que eles esqueceram que a campanha eleitoral já terminou, inclusive com um saldo negativo para eles. O governo só sabe reconhecer o seu próprio umbigo. A obra do viaduto do Geisel é custeada também com recurso federais mas o Governo do Estado não sabe reconhecer essas parcerias”, avaliou.

Para o tucano, o governador Ricardo Coutinho e a sua base política não sabem dividir louros. “Gostam dos louros só para si, sabem pedir, mas não sabem reconhecer e agradecer”, arrematou.

MaisPB 

2 comentários:

  1. O Governador Ricardo Coutinho além de trabalhar também zela pela democracia.Nem devia reconhecer um tal ministro que pertence a um governo golpista! Toda essa "LAIA" do governo Temer nem devia visitar nenhum ESTADO! Quem votou em Temer como PRESIDENTE?

    ResponderExcluir
  2. E "VOCÊS" golpistas só sabem prejudicar! Com certeza só tirar, como suspenderam o dinheiro da construção do viaduto GEISEL!

    ResponderExcluir

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................