O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

PB vai enfrentar maior seca dos últimos 100 anos com nova estiagem em 2017

A seca que atinge a Paraíba e gera problemas de abastecimento de água em Campina Grande deve durar mais do que o esperado, já que a previsão é de mais estiagem para 2017, o que deixaria a região na maior seca dos últimos 100 anos. Por conta disso, o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) solicitou uma audiência com o Ministro da Integração, Helder Barbalho (PMDB), para discutir a transposição do São Francisco.

De acordo com a Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), o açude de Boqueirão, responsável por abastecer Campina Grande e outros 19 municípios, tem apenas 6,4% da capacidade total, ou 26,3 milhões de metros cúbicos (m³) do total de 411,6 milhões de m³.

Caso consiga o encontro com o ministro, o deputado confirmou que vai convidar todos os prefeitos de municípios que dependem do abastecimento via Boqueirão para participarem da audiência.

Governo prepara campanha sobre a ‘maior seca dos últimos 100 anos’

Já o governo federal anunciou que vai promover uma campanha publicitária direcionada ao Nordeste para informar a região sobre a previsão para 2017, que é de mais estiagem.

Caso se confirme, seria o sexto ano seguido de seca na região, o que transformaria o período na maior seca dos últimos 100 anos.

 Portal Correio

Um comentário:

  1. Só quem sofre é o pobre. Os ricos principalmente os políticos vão aproveitar para se promoverem.

    ResponderExcluir

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................