O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

domingo, 23 de outubro de 2016

Idoso morre em briga com primo policial militar no Sertão da Paraíba

Um homem de 63 anos foi morto a tiros em briga com um primo, que é sargento da reserva da Polícia Militar, no final da tarde de sábado (22) na zona rural de São João do Rio do Peixe, no Sertão da Paraíba. Segundo informações do 6º Batalhão de Polícia Militar, os dois estavam discutindo constantemente por conta de um terra, até que na tarde de sábado a vítima tentou matar o policial militar e o filho dele, e acabou morrendo na reação do atentado.

Ainda segundo a Polícia Militar, com base no relato do policial, ele e o filho seguiam na zona rural em um carroça carregando lenha quando foram atacados em uma emboscada pelo primo. Os dois foram atingidos de raspão por tiros dados pelo idoso e ficaram feridos. O filho do policial reagiu e golpeou o primo na cabeça, em seguida o policial conseguiu sacar a arma e atirar.
O idoso não resistiu ao tiro e morreu. O policial da reserva e o filho foram encaminhados para o Hospital Regional de Cajazeiras, que também fica no Sertão, onde estavam internados sob custódia até a manhã deste domingo (23), mas sem risco de morte. O policial entregou à polícia as duas armas envolvidas na ocorrência. O corpo do idoso morto foi encaminhado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) em Patos, no Sertão.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................