O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

sábado, 1 de outubro de 2016

Homem mata o próprio tio a facadas no Sertão da Paraíba e é detido após tentar fugir

Um homem foi preso após matar o próprio tio a facadas no município de Marizópolis, no Sertão da Paraíba, a 450 km de João Pessoa, na madrugada deste sábado (1º). A informação foi confirmada pela Polícia Militar da cidade vizinha de Sousa, que fica responsável pelas ocorrências da região. Segundo os agentes que atuaram na ocorrência, o suspeito tentou fugir após cometer o crime.

De acordo com o sargento Andrade, da PM de Sousa, as possíveis motivações para o homicídio são desconhecidas. O corpo da vítima foi direcionado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal de Patos, também no Sertão, a 307 km da Capital.

O detido foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil de Sousa, onde foi autuado pelo assassinato. Conforme explicou a PM, ele seria conduzido em seguida à Colônia Penal Agrícola do município, onde aguardaria o andamento do processo judicial.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................