O que mais nos agrada nos nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam". (
Tristan Bernard )

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Cunha tacha Manoel Júnior de covarde, hipócrita e frouxo

Cunha detona trio da PB que apoiou cassação e tacha Manoel Jr de covarde, hipócrita e frouxo

O ex-deputado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) concedeu entrevista à Rede Correio Sat, na tarde desta quarta-feira (21) e tachou de hipócritas pelo menos três paraibanos que sinalizaram que votariam com contra a cassação, mas que, no dia da votação, adotaram postura de traidores, são eles: Aguinaldo Ribeiro (PP), Efraim Filho (DEM) e Manoel Júnior (PMDB).

O peemedebista, no entanto, segundo Cunha, além de hipócrita foi covarde, já que além de ser do mesmo partido, garantia que votaria contra a cassação e, de forma traiçoeira, votou pela cassação.

“Eu gostaria de alertar a Paraíba para a hipocrisia e covardia adotada por ele, que sempre esteve do meu lado, um dia antes estava comigo, e com o deputado Aguinaldo Ribeiro contabilizando os votos contra a cassação, e no dia agiram como traidores. Já Manoel Júnior, além de covarde e hipocrita, foi frouxo, agindo conforme o sabor do vento", disparou.

Já em relação ao comportamento dos deputados Hugo Motta (PMDB) e Wellington Roberto, do PR, Cunha foi só elogios. Segundo o ex-presidente, os eleitores deles devem ter orgulho de seu posicionamento. "Eles foram coerentes e não tiveram problema de defender o comportamento que tiveram desde o início. Eles tem meu aplauso e meu reconhecimento", disse.

O tom de Cunha volta a endurecer contra Manoel Júnior, que foi com quem tinha maior proximidade.

"Eu critico o gesto de última hora, ficou pior para ele. Não sou solidário à hipocrisia e covardia. É um absurdo, as pessoas são incapazes de assumir uma posição não podem representar quem quer que seja. Não vou ter relação com quem tem esse tipo de comportamento. Eu tenho certeza que os eleitores de Wellignton Roberto e Hugo Mota têm orgulho deles, não por terem ficado ao meu lado, mas por respeitarem suas posições desde sempre. Quando se elege um parlamentar se espera que ele tenha posição e não que seja covarde, hipocrita e frouxo. Ele vai perder muito. Mas o povo é quem vai julgar e não eu", disparou.

E alertou: "Covarde, hipócrita. Estou dizendo para o povo da Paraíba quem é ele para que saibam em quem está votando"






PB Agora

Um comentário:

  1. Há alguma novidade na declaração do CUNHA? A Paraíba sabe que isso é uma convicção com prova!

    ResponderExcluir

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................

...............................................................................